Imprinting materno em cães

O imprinting materno nos cães

Imprinting materno em cães

O desenvolvimento social de um filhote em sua matilha chama-se imprinting canino,

O imprinting é uma das primeiras fases da vida de um animal (inclusive nós, humanos, cujo imprinting é passado pelos pais e familiares) que é quando ele vai aprender aspectos sociais e psicológicos de sua espécie, como comportamento e comunicação. Para simplificar, o imprinting canino é quando um cão aprende a ser um cão.No caso dos cachorros, o imprinting acontece entre o primeiro e o quarto mês de vida e é quando formam sua “personalidade”, 

Quem primeiro descobriu a existência do imprinting foi o austríaco Konrad Lorenz, vencedor do Prêmio Nobel de Fisiologia\Medicina em 1973 pelos seus estudos sobre comportamento animal(etologia). Investigando gansos, ele descobriu que o imprinting acontece em um período curto chamado de período crítico ou fase sensível. Especificamente no caso dos cachorros, é durante esse período que eles desenvolvem a habilidade de comunicação com outros cães da matilha e aprendem a se posicionar socialmente na hierarquia. Assim, o que é mal aprendido nessa fase, pode ser difícil de ser corrigido, Os cães vivem em matilha.A mãe e seus filhotes já são uma matilha, e durante os primeiros passos dos filhotes, a mãe e os outros cães adultos costumam permitir que os cãezinhos façam quase tudo, porém, conforme vão crescendo, os adultos começam a corrigir atitudes incorretas e indesejáveis (na visão deles), como por exemplo perturbar o sono de um adulto, latir sem motivo, roubar comida, desafiar o líder, etc. Ou seja, cães adultos corrigem e educam os filhotes até o quarto mês de vida. Agora imagine tirar de uma ninhada um filhote de 45 dias…. Fica fácil entender atitudes como latir sem parar, rosna para todos e não respeita o espaço dos membros da sua nova matilha (Humana). Outro ponto super importante em relação ao imprinting: o filhote aprende que é um cão e isso é importante para futuro acasalamento e saiba socializar com outros cães e com pessoas.

Características dos Shih Tzus

Características dos Shih Tzus

É um cão inteligente, ativo e alerta. Também é normalmente carinhoso e independente. É uma raça doce e meiga que fácil e rapidamente encanta todos os integrantes da família. São cães alegres, brincalhões e arteiros, sempre dispostos a brincar com sua família, mas também teimosos e bastante independentes em relação à disciplina.

Requerem muito amor, paciência e carinho para serem treinados na rotina de casa. Entretanto, eles são sensíveis e ficam tristes facilmente com repreensão excessiva por serem muito apegados à família. Porém, os machos tendem a ser mais grudados e apegados que as fêmeas. Normalmente, os machos são mais dependentes dos donos. Em geral, o Shih Tzu é um cachorro saudável com poucos problemas clínicos. Mas como é um cão de pelagem longa, demanda certos cuidados na parte da higiene, especialmente na secagem do pêlo após o banho, para evitar umidade e fungos.

A limpeza periódica dos ouvidos é importante para não causar otites. Além disso, é preciso o controle de ectoparasitas. Na alimentação, rações super premium, de acordo com a idade, são as mais recomendadas.

A raça é normalmente amigável tanto com crianças quanto com outros animais domésticos. Não faz parte da raça agressividade em nenhum grau. É excelente cão para crianças, idosos ou para toda a família.

São também ótimos cães para quem vive em apartamento ou em casa com pouco espaço. A necessidade de atividade física é alta enquanto filhotes e jovens, mas na fase adulta, principalmente após os dois anos, a intensidade diminui. A longevidade média é de 10 a 16 anos.

Dicas e Cuidados com Shih Tzu

É um cão inteligente, ativo e alerta. Também é normalmente carinhoso e independente. É uma raça doce e meiga que fácil e rapidamente encanta todos os integrantes da família. São cães alegres, brincalhões e arteiros, sempre dispostos a brincar com sua família, mas também teimosos e bastante independentes em relação à disciplina.

Requerem muito amor, paciência e carinho para serem treinados na rotina de casa. Entretanto, eles são sensíveis e ficam tristes facilmente com repreensão excessiva por serem muito apegados à família. Porém, os machos tendem a ser mais grudados e apegados que as fêmeas. Normalmente, os machos são mais dependentes dos donos. Em geral, o Shih Tzu é um cachorro saudável com poucos problemas clínicos. Mas como é um cão de pelagem longa, demanda certos cuidados na parte da higiene, especialmente na secagem do pêlo após o banho, para evitar umidade e fungos.

A limpeza periódica dos ouvidos é importante para não causar otites. Além disso, é preciso o controle de ectoparasitas. Na alimentação, rações super premium, de acordo com a idade, são as mais recomendadas.

A raça é normalmente amigável tanto com crianças quanto com outros animais domésticos. Não faz parte da raça agressividade em nenhum grau. É excelente cão para crianças, idosos ou para toda a família.

São também ótimos cães para quem vive em apartamento ou em casa com pouco espaço. A necessidade de atividade física é alta enquanto filhotes e jovens, mas na fase adulta, principalmente após os dois anos, a intensidade diminui. A longevidade média é de 10 a 16 anos.

Pastor Branco Suíço

A raça é bem adaptada ao Brasil, porém, diante de seu porte, deve-se tomar cuidado de acasalar sempre animais isentos de displasia coxo-femural e cotovelos, por meio de teste radiológico específico.

Pequenos problemas alérgicos podem surgir em cães com dieta pobre ou com corantes. Quanto mais natural for a alimentação, melhor será a pele e a pelagem. A face, orelhas e parte anterior dos membros apresentam pelagem mais curta.

São indicados banhos quinzenais e escovação periódica, intensificada no período das mudanças do subpelo, que ocorrem duas vezes ao ano. Como todo cão de médio a grande porte, merece espaço para se exercitar.

Não é recomendado que ele viva em apartamentos. Nos machos, a altura pode chegar a 69cm na cernelha.