O imprinting materno nos cães

Imprinting materno em cães

O desenvolvimento social de um filhote em sua matilha chama-se imprinting canino,

O imprinting é uma das primeiras fases da vida de um animal (inclusive nós, humanos, cujo imprinting é passado pelos pais e familiares) que é quando ele vai aprender aspectos sociais e psicológicos de sua espécie, como comportamento e comunicação. Para simplificar, o imprinting canino é quando um cão aprende a ser um cão.No caso dos cachorros, o imprinting acontece entre o primeiro e o quarto mês de vida e é quando formam sua “personalidade”, 

Quem primeiro descobriu a existência do imprinting foi o austríaco Konrad Lorenz, vencedor do Prêmio Nobel de Fisiologia\Medicina em 1973 pelos seus estudos sobre comportamento animal(etologia). Investigando gansos, ele descobriu que o imprinting acontece em um período curto chamado de período crítico ou fase sensível. Especificamente no caso dos cachorros, é durante esse período que eles desenvolvem a habilidade de comunicação com outros cães da matilha e aprendem a se posicionar socialmente na hierarquia. Assim, o que é mal aprendido nessa fase, pode ser difícil de ser corrigido, Os cães vivem em matilha.A mãe e seus filhotes já são uma matilha, e durante os primeiros passos dos filhotes, a mãe e os outros cães adultos costumam permitir que os cãezinhos façam quase tudo, porém, conforme vão crescendo, os adultos começam a corrigir atitudes incorretas e indesejáveis (na visão deles), como por exemplo perturbar o sono de um adulto, latir sem motivo, roubar comida, desafiar o líder, etc. Ou seja, cães adultos corrigem e educam os filhotes até o quarto mês de vida. Agora imagine tirar de uma ninhada um filhote de 45 dias…. Fica fácil entender atitudes como latir sem parar, rosna para todos e não respeita o espaço dos membros da sua nova matilha (Humana). Outro ponto super importante em relação ao imprinting: o filhote aprende que é um cão e isso é importante para futuro acasalamento e saiba socializar com outros cães e com pessoas.

Imprinting materno em cães